Na cama com a Cereja- Calcinhas no chão 😏

A algum tempo atrás eu li em algum lugar que, ” se a sua calcinha está no chão, é lá que a sua vergonha deve estar também “. 

  
Hoje eu entendo que quem escreveu isso tem TODA A RAZÃO. Mas não foi um caminho curto e muito menos suave até que eu conquistasse a confiança que eu tenho hoje . 

Desde cedo nós aprendemos que para ser uma “mulher de verdade” devemos abdicar do nosso prazer, aceitar um sexo feito de ” qualquer jeito ” que tenha como meta satisfazer apenas o parceiro. Eu também já fui assim 😿 

Comecei a minha vida sexual relativamente tarde, visto que a média nacional gira em torno dos 15/16, eu iniciei a minha aos ( pasmem ) 21…  E vamos combinar que não foi a minha melhor experiência nem de longe ( na verdade foi a pior). Jovem, inexperiente e assustada. Um prato cheio para ser negligenciada, a velha história, o cara é mais velho, se acha o bilau de ouro mas na verdade não é de NADA, na real ele era beeeem bosta ( eu espero mesmo que um dia ele leia isso ) !  

O que eu quero explicar a vocês é que somos uma geração cheia de atitude, conquistamos a liberdade em mutos aspectos e algo que é tão nosso, tão para nós mesmas acaba sendo deixado de lado por convenções sociais e porque não, de vergonha. 

Voltemos a analogia da calcinha, que é a embalagem de post de hoje. Até chegarmos ao ponto de tirarmos a nossa, devemos estar , no mínimo, envolvidas e com tesão suficiente para seguir em frente. O problema é que por um milhão de motivos isso muitas vezes não acontece. Uma parcela muito grande das mulheres até 40 anos alegam jamais ter tido um orgasmo na vida, passam uma vida inteira sem saber o significado da palavra prazer, fazem sexo de modo mecânico, muitas vezes apenas para agradar o parceiro.  

  
Sexo não é uma cartilha a ser seguida, muito menos existe um manual de instruções. Sexo é liberdade, é se sentir viva e disposta a descobrir novas sensações e alcançar o máximo do prazer. 

Não eu não acho normal uma mulher virar para mim e me dizer que não goza quando transa ( seja com o marido,  namorado (a) , peguete, amigo colorido, estanho ). Qual o sentido desse sexo ? Se pergunte. Olhe no espelho e pergunte a si mesma ” o que me impede de gozar ? ” se avalie e lute contra isso. Acabe com o que te bloqueia. 

Uma dica muito importante antes de seguirmos adiante : NÃO FINJA ORGASMO. NUNCA, ok ? 

O cara também não é advinho, como ele vai saber o que te agrada, o que realmente te da prazer se você ficar fingindo, se você não falar. Se o cara não está nem aí para o que te faz ter prazer, se ele ” te come “, goza, vira de lado e dorme, acho que ta na hora de trocar é de homem. Como eu já disse várias vezes aqui, sexo é troca! 

  
Ter prazer, ter vontade de sentir prazer não faz de você nenhuma promiscua. Ficar pensando o que o cara vai achar de você tem uma parcela alarmante de culpa na falta de liberdade e de comodidade de uma mulher na cama. Gata, se você está ali por vontade própria, faça valer a pena. Fale, questione, guie e FALE. Gosto disso, faz assim ou eu não sinto prazer com isso e não quero mais. 
TOME ATITUDE ! 

Pegue as rédeas na hora do sexo, faça o que você gosta, não se sinta intimidada. Não fique neurada uma relação a corpo principalmente. Tenho amigas que não transam em determinadas posições que gosta é sente prazer porque, segundo elas, não valoriza algum aspecto físico do corpo ( barriguinha saliente, seio não tão durinho, celulite, estria ) e por isso elas tem vergonha. MIGA, PARE!  

   
    
 Sabe aquela calcinha do começo do post? Então. A sua vergonha tem que estar no chão junto com ela ! 

Se o cara realmente gostar de você, ele vai gostar de você do jeito que você é, e isso não é clichê. É realidade! Quantas e quantas mulheres ” padrão ” também não se separam de seus companheiros, e eu tenho certeza que você não quer do seu lado um cara que só se preocupe com isso. Que vai te abandonar por que você tem algumas marcas da vida. 

Se o lance é com o peguete, ficante, estranho que você acabou de conhecer eu digo a mesma coisa, não é um pneuzinho que vai fazer ele mudar de idea em relação a nada. As vezes ele não quer nada mesmo, nem com você é nem com ninguém . Um motivo a mais para você GOZAR MESMO ! Alguma vantagem Maria tem que levar né ? Então gata, transa com vontade, sem medo, se doe a si mesma. 

  
Não foi fácil eu chegar aqui e poder contar isso pra vocês. Eu mesmo tenho que me redescobrir a cada novo relacionamento, uma vez que nem tudo que funciona com um vai funcionar com outro. Também tenho as minhas neuras estéticas, mas ai eu penso ” se eu não pensar em mim, no meu prazer, em o que me faz ” gozar gostoso. Ninguém fará isso por mim ” . 

 Pros boys que lêem o blog, que EU SEI que não são poucos, uma dica : 

  
Sexo, prazer, vontade de gozar e afins não fazem de você uma puta. Não te tornam uma mulher pior e nem uma mãe ou avô pior. Prazer é vida ! Se dispa dos preconceitos e estereótipos todos os receios. Acompanhada ou sozinha, perde essa vergonha e VAI GOZAR MENINA ! 😏 

   
XoXo 💋💋💋💋 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s