Não sou refresco para a sua solidão as três da manhã. 

Eu costumava gostar de um cara, e eu infelizmente não sei gostar pouco. Quando eu gosto eu gosto muito, não sei ser metade, fazer algo no meio, não me entregar. Demoro para gostar, tenho o coração meio congelado depois de tantas decepções. 

Mas o fato de eu gostar de você, não te da direito de me usar para saciar o seu ego, nem de me usar como refresco nas suas madrugadas solitárias. Aquelas em que você precisa ouvir que você é o cara, em que eu desfaço em elogios a você apenas buscando aprovação. 

  
Não sou um passarinho que você prende na gaiola e vai ouvir cantar quando te da vontade. 

  
Uma hora isso cansa, e eu cansei. Não me importa mais o quanto você seja fofo, o quanto eu te admire quanto pessoa ou o tanto que eu já te quis. Agora é passado!  As vezes nos precisamos perder algo para que encontremos a nos mesmos. 

Eu estou escrevendo esse texto ao som de take on me (A-HA).   
Take on me

Take me on

I’ll be gone

In a day or two 
E eis que o momento da partida chegou, da partida de algo que nunca sequer existiu. Talvez eu tenha fantasiado, talvez um pouco, mas não tudo, Ah disso eu tenho certeza. 

Eu costumo dizer que existem certas batalhas que não valem a energia a qual nelas seriam gastas… Você é uma batalha que não compensa a luta. Não pense que vai ser fácil, que não irei sentir saudades. Nem sei se você vai ler isso aqui…  Desistir não é errado, muito menos um sinal de fraqueza. Encaro como uma coragem meio sádica, aquela coragem de fazer algo que dói e machuca, mas prefiro que doa um pouco hoje, do que muito no futuro. A vida é feita de escolhas, mas o coração não sabe disso, ele não escolhe de quem vai gostar, mas eu escolho por quem vale a pena sofrer ou não. 

Não pense que te odeio, ou que não gosto mais de você, gosto e gosto muito. VOCÊ SABE O QUANTO EU GOSTO DE VOCÊ

Mas para mim, não dá mais! 

 A estrada tem mais duas pistas, e gasolina não há de faltar. 

  

Anúncios

2 pensamentos sobre “Não sou refresco para a sua solidão as três da manhã. 

  1. Pingback: Não sou refresco para a sua solidão as três da manhã.  | Cosmopolitan Girl

  2. Pingback: Não sou refresco para a sua solidão as três da manhã.  | Lily Flowery

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s